Políticas Institucionais

A FACULDADE CATÓLICA DO CARIRI leva em consideração, na definição das políticas institucionais, o fato de que essas políticas estabelecem as diretrizes que orientam as ações dos diferentes segmentos acadêmicos, em consonância com a sua missão.

As políticas gerais traçadas contemplam, preferencialmente, os seguintes objetivos:

• promover a educação e a formação integral humana numa perspectiva ética e de responsabilidade, visando o desenvolvimento do pensamento reflexivo e crítico, do conhecimento científico e do aperfeiçoamento cultural e profissional; • contribuir para a justiça social oferecendo formação humanizante com princípios cristãos.

• Oportunizar situações de aprendizagem que possibilitem a formação do cidadão comprometido com a realidade que o cerca, atuando de forma crítica e responsável, tendo condições de participar, produzir e intervir em um mundo caracterizado por constantes mudanças;

• Propiciar condições para que teoria e prática sejam ações constantes e integradas, tendo como perspectiva a transformação social;

• Formar profissionais nas diferentes áreas do conhecimento considerando a formação técnico-científica, possibilitando ao acadêmico a sua integração na realidade histórica e social, com o comprometimento necessário, atuando de forma crítica e responsável, tendo condições de participar produzir e intervir no desenvolvimento da comunidade regional e da sociedade brasileira;

• Incentivar o trabalho de pesquisa visando o desenvolvimento da ciência e da tecnologia e a divulgação dos conhecimentos culturais, científicos e tecnológicos;

• Promover a extensão de forma interativa com a comunidade regional possibilitando a participação conjunta e efetiva nas conquistas resultantes do ensino e da pesquisa científica, visando contribuir para a transformação da sociedade;

• Pesquisar sistematicamente o nível de satisfação da comunidade acadêmica e tomar as medidas que os resultados sugerirem;

• Investir na consolidação de um quadro docente comprometido com os objetivos e qualidade da instituição;

• Desenvolver ações que permitam o corpo discente compartilhar espontânea e ativamente da vida da FACULDADE CATÓLICA DO CARIRI.

• Dotar a IES de estruturas e condições que permitam otimizar o trabalho docente e discente, possibilitando investir mais tempo no processo ensino-aprendizagem.

Política para o Ensino de Graduação

A política da FACULDADE CATÓLICA DO CARIRI para o ensino de graduação fundamenta-se na integração do ensino com a pesquisa e a extensão, objetivando a formação da qualidade acadêmica e profissional. Cultivará e promoverá, portanto, uma prática calcada em princípios éticos que possibilite a construção do conhecimento técnico-científico, o aperfeiçoamento cultural e o desenvolvimento de um pensamento reflexivo, crítico e responsável, que impulsione a transformação sócio-político-econômica da sociedade.

São princípios básicos dessa política:

• Formação de profissionais nas diferentes áreas do conhecimento;

• Formação política, social e econômica de cidadãos capazes de interagir na sociedade;

• Valorização dos princípios éticos, morais e cristãos, contribuindo para o bem estar da sociedade.

• Flexibilização dos currículos, de forma a proporcionar ao aluno a maior medida possível de autonomia na sua formação acadêmica;

• Atualização permanente dos projetos pedagógicos, levando-se em consideração as Diretrizes Curriculares e as demandas sócio-econômico-culturais da região onde a FACULDADE CATÓLICA DO CARIRI está inserida;

• Incentivo à produção técnico-científica e didática do corpo docente;

• Qualificação permanente do corpo docente em termos de titulação acadêmica e de competências didático-pedagógicas.

Política para o Ensino de Pós-Graduação

A FACULDADE CATÓLICA DO CARIRI reconhecendo o importante papel social que a Educação Continuada realiza na promoção do desenvolvimento e bem-estar da sociedade e sendo este um componente importante na missão Institucional, propõe uma política de pesquisa e pós-graduação que resulte em um ensino pós-graduado de alto padrão e de acordo com as normas estipuladas pela Fundação Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES e do Conselho Nacional de Educação.

Esta política de pós-graduação a ser implantada a partir de 2009 será consubstanciada em ações que possibilitem atingir as metas de qualidade na pesquisa, capacitação de corpo docente e recomendação de cursos, em um primeiro momento de especialização para futuramente vislumbrar a possibilidade de mestrado em áreas definidas como estratégicas para o desenvolvimento regional e nacional, prioritários para a própria Faculdade, na área dos cursos que oferece.

O estabelecimento da política de pós-graduação partiu de pressupostos básicos que norteiam suas ações e do diagnóstico da situação da pós-graduação na região. A partir desta análise realizada, será estabelecido o planejamento de metas e ações, cronograma e orçamento para implantação dos programas de Pós-Graduação.

Os princípios básicos desta política são:

• Contribuir e participar do desenvolvimento regional e nacional na formação de recursos humanos qualificados;

• Proporcionar ensino pós-graduado de alto padrão e de acordo com as normas estipuladas pela CAPES/MEC;

• Definir áreas prioritárias;

• Consolidar a concepção de Programa de Pós-Graduação integrado à graduação;

• Desenvolver pesquisas em áreas consideradas prioritárias pela Faculdade e pelos parceiros;

• Formar grupos de excelência em pesquisa científica e tecnológica.

Coerente com os princípios e propostas que caracterizam a presente Política, deverá a Pós-Graduação adotar mecanismos de avaliação institucional, incluindo a participação de especialistas internos ou externos, nacionais ou internacionais, conduzindo processos de acompanhamento dos mesmos e revertendo seus resultados para a continuada melhoria de sua qualidade.